Campanha de Vacinação Antirrábica 2024

Início: 03-JUL-2024

Fim: 03-JUL-2024

 

A Campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica (CVARIE) de cães terá lugar entre 12 de junho e 2 de outubro.
O Centro Veterinário Municipal vai realizar concentrações por todo o território feirense, nos meses de junho, julho, setembro e outubro.
Conheça as datas e os locais em: www.cm-feira.pt/vacinacao-antirrabica.

Campanha de vacinação antirrábica e identificação eletrónica de cães 2024

A campanha oficial de vacinação antirrábica e identificação eletrónica de cães (CVARIE), da responsabilidade da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) para 2024, encontra-se definida no Despacho n.º 3106/2024, de 15 de março.

O atendimento presencial é efetuado no Centro Veterinário Municipal da Feira, às terças e quintas-feiras úteis, das 9h00 às 12h00, mediante marcação prévia para o 256 370 800 (dias úteis: 9h>16h).

 PREÇOS

Vacina Antirrábica: 10€

Registo SIAC (Microchip: 2,5€

Boletim Sanitário: 1€

ANIMAIS A QUE SE DESTINA

As ações da campanha destinam-se, exclusivamente, a cães.

VACINAÇÃO

- A vacina aplicada nesta campanha da raiva confere uma imunidade de 3 anos.

- A vacina antirrábica só pode ser realizada quando os cães se encontrem identificados eletronicamente (microchip);

MICROCHIP (REGISTO SIAC)

- A identificação eletrónica (microchip) só pode ser efetuada em conjunto com a vacinação antirrábica;

BOLETIM SANITÁRIO

- De acordo com o Despacho 8196/2018, a partir de 01/01/2022, tornou-se obrigatório utilizar somente o novo boletim sanitário de animais de companhia (de cor amarela). Quem possuir ainda o anterior modelo, será substituído no ato de vacinação e/ou colocação de microchip (1€)

LICENCIAMENTO (*)

- O registo SIAC permite a isenção por 1 ano de licença na Junta de Freguesia da área de residência. A mesma deve ser efetuada no ano seguinte e, posteriormente, de forma anual (n.º 2 do art. 27 do DL 82/2019, de 27/06, na versão consolidada)

- Ficam igualmente isentos do pagamento de taxa os titulares de canídeos em situação de insuficiência económica, bem como os detentores que tenham adotado os cães em centros de recolha oficial de animais ou em associações zoófilas legalmente constituídas (n.º 8 do art. 27 do DL 82/2019, de 27/06, na versão consolidada).

- A licença na junta de freguesia para quem vem efetuar apenas a vacinação, mantém-se obrigatória e com periodicidade anual (na prática, vacina-se o animal de 3 em 3 anos, mas devem obter a licença todos os anos.

 +info: https://www.siac.vet/verificar-registo/ e https://www.siac.vet/faq/




  • Partilhar 
  • Adicionar à sua agenda